Tudo sobre como construir uma casa, em tempo de execução. Encontras: Planilhas de custos e previsão de gastos, Etapas, Fotos, Dia a Dia da obra, Lista de materiais e serviços, Mão de Obra, Arquiteto, Dicas e muito mais sobre este desafio.

Nossa casa tem 184m2 com 3 níveis - contato@nossacasanosite.com

Pesquisar no blog

domingo, 27 de janeiro de 2013

Contratando Arquiteto ou Engenheiro?

 Em algum momento quando você decidir construir uma casa, certamente terás que contratar um profissional para projeta-la. Este profissional alêm de ter que transformar suas ideias ou seu sonho em um projeto, poderá acompanhar (nem sempre isso ocorre) a construção da sua casa e também será responsável (na maioria das vezes) por assinar ART(Anotação de Responsabilidade Técnica), necessária para processos legais junto ao orgão público municipal .
 Mas qual profissional escolher Arquiteto ou Engenheiro? Certamente este assunto é polêmico e poderá gerar alguma discussão.

Procurando o profissional

Arquiteto ou Engenheiro? Caso pensas em fazer uma casa simples, sem nenhum diferencial arquitetônico,  um Engenheiro pode se encaixar bem a este propósito, pois este profissional geralmente não está focado na arquitetura (ao menos assim diz o Wikipedia), mas caso queiras uma arquitetura mais elaborada, um estudo preeliminar, uma casa com espaços planejados, então recomendo um Arquiteto, pois o mesmo tem uma melhor preparação para isso (ao menos é o que diz o Wikipedia)


Decisão na escolha do profissional

Antes de escolher o profissional que irá criar o projeto da sua casa (ou até mesmo conduzir toda a obra), converse com pelo menos 3 profissionais diferentes, pois design, preço, e forma de trabalhar podem variar bastante, veja algumas observações:
  • Design: Como já se sabe uma casa pode ter qualquer forma que um ser humano possa imaginar, então ver projetos anteriores do profissional,  buscando informações com ele próprio ou na internet, ajuda muito;
  • Preço: Os preços de cada profissional podem variar muito também, só no projeto arquitetônico um profissional pode por exemplo cobrar R$ 2.500,00 e outro para um projeto equivalente, pode cobrar R$ 12.000,00 ou muito mais que isso;
  • Forma de trabalhar: Isso pode variar ainda mais de profissional para profissional;
    • Profissional A pode cobrar um valor (por ex. R$ 5.000,00) e fazer projeto arquitetônico, projeto estrutural, projeto hidro-sanitário e projeto elétrico e ainda acompanhar (não executar) a obra;
    • Profissional B pode cobrar o mesmo valor (por ex. R$ 5.000,00) e fazer somente projeto arquitetônico, nada mais;
    • Profissional C pode cobrar o mesmo valor (por ex. R$ 5.000,00) e fazer os mesmos trabalhos do Profissional A e ainda apresentar Ante Projeto sem qualquer custos;
Obs. É comum o profissional cobrar pelo Ante Projeto, então fique atendo a este detalhe antes de fechar negócio;


Profissional e o Contrato

A efetivação da contratação do profissional se dá por um contrato que deve especificar os direitos e deveres de cada uma das partes envolvidas, bem como tudo que está sendo contratado. Antes de assinar este contrato leia com atenção e nunca assine o contrato no mesmo dia, peça alguns dias para analizar e decidir sobre este assunto tão importante. Alguns itens a serem obvervados no contrato:
  • Serviços contratados:  Haverá Ante projeto?,  Estudo Preliminar?
  • Tipos de Projetos contratados: Arquitetônico?, Projeto elétrico?, Projeto Estrutural?, Hidro-Sanitário?
  • Aprovação junto ao orgão público (geralmente prefeitura): está incluso?, qual custo?
  • Acompanhamento da obra: será feito sem custo?, qual custo?, qual frequência das visitas a obra? qual custo por visita?
  • Valores de honorártios extras: valor por hora? por visita?
  • Rescisão de Contrato?: Quais ônus às partes envolvidas?

Conclusão

A contratação de qualquer profissional sempre é um fato importante, então nunca deixe de ter referências anteriores e fique muito atento(a) ao contrato, pois é o instrumento que garante seus direitos e deveres em caso de eventuais problemas. 
  Quanto ao valor a ser pago, sempre é muito variado, profissionais mais conhecidos (conhecidos muitas vezes por sua arquitetura moderna, obras de grande porte, etc.) tendem a cobrar mais (lei básica da oferta e da procura), mas cobrar caro nem sempre é garantia de satisfação ou qualidade.

[Texto baseado em publicação anterior deste mesmo Blog, Aqui]

Nenhum comentário:

Postar um comentário